Veja, Folha e Estadão ganham espaço na TV pública de São Paulo

Artigo assinado por Luciano Martins Costa, no Observatório da Imprensa, nos obriga a pensar o que terá levado à esquerda e as forças mais progresssitsas do país, nas últimas décadas, a desdenhar irresponsavelmente da possibilidade de investir em fortes veículos de mídia que se dedicassem a um jornalismo básico, informativo, para rebater e dar o contraponto a tudo aquilo que meia dúzia de famílias poderosas espalham aos quatro ventos, diariamente, sem ética, vergonha, na tentativa de desqualificar os governos Lula e, agora, com o mesmo rancor, o de Dilma. Não satisfeita, pois que a gula dessa gente é bem maior que a boca, essa mídia opressora que sustenta esse jornalismo antipatriótico ganha agora novo espaço, e na tevê pública do governo paulista, a TV Cultura. No último domingo, a Folha estreou no horário nobre da emissora. Às terças, será a vez da revista Veja e também o Estadão ficará com sua cota na grade na grade de programação. Não, não é coincidência que os três mosqueteiros ganhem as benções da direção da TV Cultura logo no início de um ano eleitoral, em que seu eterno candidato, José Serra, volta a enfrentar as urnas já diposto a nacionalizar o debate. É mais do mesmo. Agora, numa televisão educativa. E nada da Lei de “Médios”, da CPI da Privataria. Assim fica fácil.

Veja aqui o artigo citado http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/os_novos_parceiros_da_tv_cultura

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: