Cura para o Alzheimer? Sim, parece possível.

Não sei quantas vezes parei para refletir sobre essa questão, sobre  se a medicina, embalada pelos avanços vistos no século passado, chegaria lá. O Alzheimer, afinal, não é palavra que se possa expelir pela boca sem uma sensação enorme de frustração, em especial para quem já conviveu com a doença em alguém bem próximo, do núcleo familiar. Há muitas enfermidades que ainda esperam por boas notícias, não simples paliativos, e com o dinheiro que se desperdiça anualmente no mundo todo (vide as guerras intermináveis…) inúmeras delas já deveriam ter cura há décadas. Pois é, há esperanças num horizonte bem próximo para o Alzheimer. Um novo tipo de abordagem já permitiu fazer a doença recuar em alguns pacientes e paralisou a evolução dela nos demais casos. Veja aqui: http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/alzheimer-revertido-pela-primeira-vez

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: