Meninas do Brasil e Djokovic salvam o domingo esportivo

Domingo repleto de esportes. Não, não estou falando da seleção principal, a do Mano,  que comentaristas da Globo/Sportv badalaram tanto nos últimos dias, propalando o vistoso futebol que se anunciou, segundo eles, após a derrubada de Dunga (pela parceria Globo/CBF). Os tais comentaristas chamam todas as outras seleções (exceto a Argentina, e com menos ímpeto, o Uruguai) de galinhas mortas. Foi o que disseram, ontem, da Bolívia, antes do jogo com os anfitriões da Copa América. E repetiram o desrespeito com Venezuela, desde que se soube que o país de Chavez comporia o grupo do Brasil.  Queimaram a língua com os dois empates, mas nunca aprendem. 

Vi o jogo da Argentina na abertura, ontem, mas recusei o do Brasil, hoje. Preferi dar um pouco de atenção às meninas que disputam o mundial na Alemanha. Devo ver alguma coisa de Brasil e Japão, no mundial Sub-17, no México, que começa agora. O melhor do dia, no entanto, foi a vitória do sérvio Djokovic sobre o espanhol Rafael Nadal, na final de Wimbledon, que terminou com vitória do sérvio por 3 x 1. Djoko, desde a semifinal do torneio londrino já se tornara líder do ranking. E, como novo líder, fez um jogaço, especialmente nos dois primeiros sets, ainda que Nadal tenha sido um antagonista valente, como sempre.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: