Bruno, penalidade máxima que engole uma vida.

Bruno, o ex-goleiro do Flamengo caminha, com seus amigos, a atual esposa, sua ex-amante e primos para um beco sem saída, todos indiciados no inquérito que apura a morte de Eliza Samudio, cujo corpo continua desaparecido e com quem o jogador teria tido um filho, resultado de, ao que tudo indica, uma aventura sexual, comum na vida de meninos pobres que se veem, repentinamente, expostos à fama e ao assédio, mas que não tem a menor estrutura e nem foram preparados para lidar com o sucesso.

Cabe às autoridades apontar o que de fato aconteceu com Eliza, e isso, aparentemente, está em vias de acontecer. O pivô do caso, no entanto, é a criança, que, felizmente, restou viva, pelo menos até que se prove que a mãe tenha sido mesmo assassinada.

Eliza atribuia a paternidade do menino ao ex-atleta do Flamengo e perseguia o reconhecimento paterno, primeiro passo para poder reinvidicar uma pensão do ex-goleiro.  Bruno confirma que conheceu a garota, que era paranaense,  numa noitada de orgia, compartilhada com outros atletas, no Rio. Trata-se de um argumento até compreensível, costumeiramente tirado da cartola numa sociedade que preza o machismo e aceita denegrir, com facilidade, a imagem da mulher. Essa história, no entanto, ainda permanece ofuscada e, evidentemente, qualquer que tenha sido sua evolução, nem de longe justificaria a violência extremada que os fatos já levantados na investigação policial parecem corroborar.

Pano rápido. Vamos a outras situações exemplares, que ilustram bem como é possível, quase sem esforço, sair do anonimato para a fama num piscar de olhos, bastando que se pegue carona em alguém que já é uma celebridade.  Foi assim com Adriane Galisteu, que de namoradinha de Ayrton Senna, bombou a carreira já nas primeiras semanas após a morte do piloto, causando visível mal-estar entre os familiares do maior ídolo do esporte que o Brasil já produziu, quase comparável a Pelé. Veja-se, ainda, o sucesso alcançado pela modelo e apresentadora Luciana Gimezes, em grande parte por conta do filho que teve com o roqueiro Mick Jagger, dos Rolling Stones. Jagger, diga-se, já turbinou a carreira de outras mulheres mundo afora com seu alardeado apetite sexual e grana para bancar as consequências. 

Com tantos e bons exemplos de que um bom par de par de coxas e seios podem fazer para garantir uma velhice tranquila, não há como se espantar diante da atitude de garotas bonitas, simples, sem profissão e escolaridade que são atraídas para os braços e camas das celebridades. O preço, contudo, pode ser a própria vida, quando a beleza física e a disponbilidade para o sexo não contam com a retaguarda da esperteza, do “planejamento” criterioso edas ações e da inteligência na hora de sair à caça da alforria financeira utilizando métodos, digamos assim, não tão ortodoxos.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: